• supereco

Segunda etapa do Projeto Tecendo as Águas mobilizou mais de 14 mil pessoas durante 2 anos

Atualizado: Jan 23

Projeto foi realizado pelo Instituto Supereco – com sede em São Sebastião -

e patrocinado pela Petrobras, por meio do edital público Programa Petrobras Socioambiental


O Projeto Tecendo as Águas concluiu a segunda etapa no final do ano passado com um total de 14.281 pessoas atingidas ao longo de dois anos de atuação, especialmente nos municípios de Caraguatatuba e de São Sebastião, no Corredor de Biodiversidade da Serra do Mar e em três bacias hidrográficas consideradas prioritárias para o litoral norte de São Paulo: Bacia de São Sebastião, Bacias do Rio São Francisco e do Rio Juqueriquerê.

4ª edição do Festival Tecendo as Águas em cumprimento aos 17 ODS foi realizada em setembro de 2019 e reuniu quase 2 mil pessoas durante os três dias de evento no bairro São Francisco de São Sebastião/SP (Créditos da foto: Gianni D'Angelo)

No período de 2017 a 2019 o “Tecendo as Águas” atendeu 1.178 participantes de forma direta e contínua, e mais de 13 mil pessoas por meio de participação em eventos, campanhas, ações educomunicativas em mídia e por meio de duas edições do famoso e charmoso Festival Tecendo as Águas.


Destaca-se nessa segunda fase de trabalho o Roteiro Caminho das Águas de fomento ao turismo sustentável, o Programa O mar não está pra lixo, de combate ao lixo no mar e na terra e o Programa de Educomunicação, envolvendo crianças, jovens e lideranças em oficinas como protagonistas de comunicação com base nos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável.


Criado na primeira etapa do Tecendo, o Roteiro Caminho das Águas atendeu nesta fase mais de 640 pessoas em 30 saídas monitoradas, incluindo comunitários e turistas e 14 Instituições de Ensino, e utilizou pontos turísticos histórico culturais existentes entre o bairro São Francisco e o centro de São Sebastião (Sítio Arqueológico, Rua Martins Du Val, Fazenda Santana e Centro Histórico). Já o Programa O mar não está pra lixo mobilizou 56 pescadores (entre barcos de turismo e da pesca artesanal) com o cadastro de 58 embarcações para coletar, monitorar e registrar os achados dos resíduos no mar, bem como sensibilizar os moradores e turistas sobre o tema. Resíduos foram retirados do mar e transformados em ecoprodutos pelas mãos habilidosas de mulheres artesãs ecoempreendedoras capacitadas pelo projeto.


Programa O mar não está pra lixo mobilizou 56 pescadores e cadastrou 58 embarcações ao longo de dois anos da segunda etapa do Projeto Tecendo as Águas

Por sua vez, o Programa de Educomunicação desenvolveu mais de 90 oficinas e atingiu 58 pessoas, entre elas jovens dos núcleos da E.E. Nair Ferreira Neves, E.E Josepha Sant’Anna Neves e do Núcleo Coletivo Sítio Abra de Dentro.


Num rápido balanço, o projeto articulou 17 parcerias - com o fortalecimento de pelo menos 10 políticas públicas e de colegiados como o CBH-LN (Comitê de Bacias Hidrográficas do Litoral Norte); proporcionou 30% de elevação na geração de renda dos ecoempreendedores que participaram do Programa de Formação Continuada em Ecoempreendedorismo e da Feira do Beco do Picaré, arranjo produtivo de economia criativa surgido nas capacitações do Tecendo as Águas; implantou uma Unidade de Referência de boas práticas agroecológicas (agricultores e produtores rurais) com potencial para um Sítio Escola; emplacou 14 publicações e artigos; contabilizou 103 pessoas cadastradas ao final do projeto para o Programa de Formação Continuada e contou com 5 mulheres lideranças comunitárias do Grupo Ciclos Contínuos. Além disso, o projeto participou ativamente de 10 mutirões de limpezas de praias, rios e manguezais, resultando no recolhimento de 3.547,37 kg de resíduos de diferentes origens e tipos.

Na foto, liderança comunitária do Grupo Ciclos Contínuos (do segmento da pesca), Maria Djanira dialoga com pescadores do Píer da Figueira, em São Sebastião/SP

Rede de parceria

Além do patrocínio da Petrobras por meio do programa Petrobras Socioambiental, o Projeto Tecendo as Águas contou com uma rede de parceiros estratégicos como o Instituto Educa Brasil, Instituto Trata Brasil, Refresh Brazil, Prefeitura de Caraguatatuba, Diretoria de Ensino da Região de Caraguatatuba, Prefeitura de São Sebastião, CBH-LN (Comitê de Bacias Hidrográficas do Litoral Norte), ASPS (Associação Sebastianense de Promoção Social) através da atuação com os projetos sociais (Viração, Cidadão Criança e Garoça), FUNDASS (Fundação Educacional e Cultural de São Sebastião Deodato Sant'Anna), CEAG (Centro de Educação Ambiental de Guarulhos), OBME (Organização Brasileira das Mulheres Empresárias), APA Marinha Litoral Norte, Voz das gotas, Operação Praia Limpa, FATEC de São Sebastião, APM da ETEC de São Sebastião, FASS (Faculdade de São Sebastião), Sociedade Brasileira de Salvamento Aquático- SO BRASA, Sabesp, Litograf, Restaurante Zanfredo, Niltex e Onda BGF.


Prêmios

O projeto “Tecendo as Águas”, conquistou dois prêmios importantes: 1º Lugar da categoria de Preservação dos Recursos Naturais do prêmio “LIF 2015 – Clima e Sociedade: a mudança começa em nós”, da Câmara de Comércio França-Brasil, e ainda, "Melhores Práticas de Educação Ambiental e Gerenciamento de Recursos Hídricos de 2014”, durante o “XII Diálogo Interbacias de Educação Ambiental em Recursos Hídricos – Água & Energia”, além da representatividade entre os melhores projetos brasileiros selecionados pela Abong (Associação Brasileira de ONGs) para fazer parte da delegação brasileira no Fórum Social Mundial de 2015, na Tunísia, África.


Próximo dos 25 anos de atividades do Supereco, uma Moção de Aplausos e Reconhecimento foi concedida pela Câmara Municipal de São Sebastião, pelos relevantes serviços prestados em prol do município, área de atuação do Tecendo. A solenidade de entrega da Moção ocorreu em novembro do ano passado, com menção aos resultados do Tecendo as Águas durante a sessão camarária, na presença de parlamentares e sociedade civil no plenário.

O Tecendo as Águas termina sua segunda etapa com sucesso absoluto de protagonismo comunitário e a comunidade está muito motivada para uma terceira etapa do Tecendo as Águas assim que novos recursos sejam captados.


Interessados em apoio voluntário, oferta de recursos humanos para capacitação comunitária, captação e aporte de recursos financeiros podem procurar nossa Assessoria de Comunicação.


ASCOM SUPERECO

Carine Corrêa (MTB 67.657/SP)

Assessoria em Comunicação

E-mail: comunicacao@supereco.org.br

Endereço: Rua Maria Cristiano, nº 72, bairro São Franscisco - São Sebastião/SP

Telefone: (12) 3862-0100

Celular: (12) 99601-9179

LITORAL NORTE

Rua Maria Cristiano, 72 - São Francisco

São Sebastião - SP

CEP 11629-263

supereco@supereco.org.br

Tel. (12) 3862-0100

SÃO PAULO

Av. Eng. Luís Carlos Berrini, 550 cj 112

São Paulo - SP

CEP 04571-000

Este site foi desenvolvido com o patrocínio da Petrobras por meio do Programa Petrobras SocioAmbiental